Virtualização de servidores 2
 

O futuro da virtualização de servidores: conheça algumas tendências

A virtualização de servidores é uma técnica até que comum no dia a dia de muitas equipes de TI. Ela pode ajudar no processamento de dados e também tornar um servidor mais enxuto sem reduzir a sua capacidade de carga de trabalho. 

O propósito da virtualização é aumentar a utilização do servidor, otimizando o seu uso, mas sem precisar comprar novos equipamentos para expandir seu data center.

Se hoje nós somos responsáveis por criar cerca de 3 milhões de exabytes TODOS OS DIAS, o que equivale a 3.000.000.000.000.000.000 (são 18 zeros), então é preciso ampliar nossa capacidade de processamento de modo sustentável. Por isso, a virtualização é importante para ajudar a carga de trabalho de empresas sem usar mais recursos físicos.

Para explicar como aumentar um data server sem aumentar um data server de fato, conheça melhor a virtualização de servidores.

O que é virtualização de servidores?

A virtualização de servidores nada mais é do que você usar um software para dividir uma máquina em várias máquinas virtuais.

Um exemplo parecido é quando se particiona o disco rígido do computador e os divide em duas ou mais unidades. Não quer dizer que seu PC magicamente criou um novo disco rígido, só que o que ele possui foi “virtualmente” dividido.

A virtualização de servidores funciona da mesma forma. Você desmembra o servidor em várias unidades diferentes, permitindo que se aproveite ao máximo a sua capacidade de processamento e armazenamento, além de poder ter mais de um sistema operacional rodando, sem precisar gastar mais com novos servidores físicos.

Por exemplo, um dos elementos fundamentais da computação em nuvem é a virtualização de servidores. Na nuvem, utilizam-se vários servidores virtuais para criar redes para uma empresa executar seus serviços.

Agora que você já sabe o que é, vamos saber como funciona.

Como funciona a virtualização de servidores?

O funcionamento é até bem simples de compreender depois que se entende o que é a virtualização de servidores. 

Para fazer um desses servidores funcionar, primeiro deve-se instalar um software especializado, conhecido como um hypervisor, que vai criar os servidores, sendo responsável ainda por gerenciar a memória e o espaço em disco.

O hypervisor é como um maestro, responsável por orquestrar todas as máquinas virtuais dentro de um servidor físico e garantir que elas operem em sintonia sem desafinar e criar problemas. Apesar de atuarem em conjuntos para maximizar os recursos tecnológicos da empresa, os servidores podem ser configurados de modo independente, sendo capazes de executar diferentes sistemas operacionais e serem responsáveis por tarefas diversas.

Com isso, o principal benefício do uso do hypervisor na virtualização de servidores é atender às demandas da empresa ao otimizar as configurações necessárias para que cada máquina virtual opere como seu próprio servidor, mesmo que, na verdade, todas elas estejam dentro de um mesmo equipamento físico. 

Mas, quais são as outras vantagens do uso da virtualização de servidores? Vamos descobrir!

Quais as vantagens?

Para comprovar que a virtualização de servidores tem lá suas vantagens, nós vamos listá-las. Depois disso, o assunto principal: as tendências.

  • Economia de energia ao ter vários servidores virtuais rodando dentro de um servidor físico;
  • Data center ocupa menos espaço físico, já que mais de um servidor roda dentro de uma máquina;
  • Maximização de recursos ao usar o espaço de processamento e memória ocioso das máquinas ao dividir em servidores virtuais;
  • Backups mais fáceis;
  • Manutenção, suporte e instalações são mais simples;
  • Políticas de acesso mais rígidas aos dados sensíveis ao criar regras de acesso controlado;
  • Redução de custos ao não precisar investir tanto em novas máquinas;
  • Aumento da segurança ao isolar as máquinas virtuais para determinados serviços;
  • Adaptação e maior disponibilidade às cargas de trabalho;
  • Uso de diferentes sistemas operacionais;
  • Redução da ociosidade dos equipamentos ao dividi-lo em máquinas virtuais.

Quais as tendências para o futuro da virtualização de servidores?

Assim como a própria tecnologia em si que não para de evoluir, a virtualização de servidores também possui tendências e previsões para o seu futuro. Assim, nós já queremos preparar você para o que está por vir.

  • Inteligência artificial;
  • Big data;
  • Automação de tarefas para maior produtividade;
  • Internet das Coisas;
  • FaaS (Function as a Service).

Aliás o FaaS, ou Função como um Serviço, é a mais recente delas. Onde os processos executados pelos servidores virtuais são repartidos em microsserviços executados em contêineres leves e que são alocados, por enquanto, na nuvem. Mas ele pode ser expandido para servidores servidores híbridos ou on-premise.

Para saber mais sobre a virtualização de servidores e as novas tendências da área fale com a nossa equipe de especialistas aqui.

 

Como escolher um data center definido por software (SDDC)